Sexta-feira, Dezembro 4
Home>>HORAS VAGAS>>Os 10 melhores jogos de hóquei em patins disponíveis na net
Jogos de hóquei em patins
HORAS VAGASNoticias

Os 10 melhores jogos de hóquei em patins disponíveis na net

Já vos demos dicas para se manterem em casa, mas sempre ligados ao hóquei. Agora, como as saudades do cheiro da cabina e do som da pista apertam, fomos à procura de jogos de hóquei em patins, disponíveis na net do primeiro ao último segundo, e que podem ver em casa. Sempre dá para matar saudades. 

São grandes recordações, cheias de emoção. Que acham desta lista? Acrescentavam algum jogo?

Final do Campeonato do Mundo de 2019: Argentina – Portugal

Foi uma das vitórias mais sofridas de sempre. Não bastou uma final de cortar os pulsos. Toda a caminhada até ao jogo decisivo foi de loucos: quartos-de-final contra a Itália definidos nos penalties, meias-finais contra a anfitriã e favorita Espanha definida no prolongamento. E, por fim, aquela final contra a Argentina… Este foi o torneio que elevou o Girão a herói nacional e quase nos matava do coração. 

Final da Liga Europeia de 2019: FC Porto – Sporting

Há jogos de hóquei em patins que ficam na História e este terá um lugar especial no museu do sporting. 42 anos depois, o Sporting voltava a ser campeão europeu de hóquei em patins de forma memorável. em primeiro lugar, porque foi em casa, perante o seu público, num Pavilhão João Rocha a abarrotar. Em segundo lugar, porque a equipa leonina esteve sempre por cima do jogo, aproveitando o cansaço dos portistas que tinha derrotado o Barcelona nos penalties apenas 36 horas antes. 

Final do Campeonato Argentino 2018: Concépcion – Social San Juan

San Juan é conhecida por ser a Meca do hóquei em patins. Por isso, tínhamos de incluir um dos jogos de hóquei em patins da Liga Nacional A1, o campeonato nacional argentino, nesta lista. A partir dos 5:18:46 do vídeo é possível ver a partida integral entre o Concépcion e o Social San Juan. E reparem como o público mostra que o hóquei é mesmo o desporto mais bonito do mundo. Na pista e na bancada. 

Final da Taça do Rei 2018: FC Barcelona – Liceo

Um daqueles jogos de hóquei em patins de roer as unhas até ao sabugo. Apenas 3 golos em 50 minutos e muito trabalho tático. Afinal estava em causa a Taça do Rei. O hóquei espanhol é conhecido pela sua força mental e este é um belo exemplo de como as equipas nunca se descontrolaram ao longo da partida. Estivessem a ganhar, a perder ou empatados. 

Final da Liga Europeia de 2013: FC Porto – Benfica

Foi a primeira vez que o Benfica se sagrou campeão europeu de hóquei em patins. Parece mentira, mas uma equipa com tantos pergaminhos na modalidade só ao fim de 47 edições é que conseguiu vencer a prova e levar esta Taça para o Museu Cosme Damião. E, desta vez, logo em casa do rival Porto. Foi em pleno Dragão Arena que um golo de João Rodrigues, durante o prolongamento, resolveu o jogo. 

Jogo do título de 2014: AD Valongo – FC Porto

Nos últimos 40 anos só por quatro vezes o campeão nacional de hóquei não foi o FC Porto, Benfica ou Sporting. Os responsáveis por esta anomalia são o Barcelos e o Valongo. No ano em que três equipas (Valongo, FC Porto e Benfica) terminaram com os mesmos 74 pontos, haviam de ser o valonguenses a arrebatar o troféu de forma inédita. Este é o jogo que os confirmou como campeões nacionais 2013/2014.   

Final do Campeonato do Mundo de 2003: Portugal – Itália

Portugal não era campeão do mundo há uma década e a Federação de Patinagem conseguiu que a sede desta edição fosse trazida para Oliveira de Azeméis. Desta vez, o resultado magro de 1-0 foi suficiente para levar de vencida a Itália, numa final que pôs em confronto duas gerações de ouro do hóquei. E com a curiosidade de os bancos serem ocupados por dois treinadores portugueses.

Final do Campeonato da Europa de Juniores 1993: Portugal – Espanha

Outros tempos… Reparem no Pavilhão de Sesimbra cheio até ao teto para ver a final do Europeu de juniores. Não estivemos lá, mas, pela transmissão, percebe-se que foi este público, à beira da loucura, que que carregou a equipa até à vitória. Foi um jogo de nervos, cartões, faltas, jogadores a cair por causa da humidade na pista. Um jogo à séria. 

Final da Liga dos Campeões de 1990: FC Porto – Noia

Pode parecer estranho, mas os jogos mais difíceis da prova para o campeão FC Porto foram mesmo os da 1ª eliminatória contra os italianos do Monza. Depois, a caminhada foi mais fácil. Até a final (aqui está o jogo da 2ª mão dessa final) não causou grande embaraço. Os dragões despacharam o Noia por um acumulado de 11-2. 

Jogo do título do Campeonato da Europa 1987: Espanha – Portugal

Desde Barcelos, em 1977 (o ano em que estreou o primeiro Star Wars) que Portugal não era campeão da Europa. Mas o retorno à glória continental aconteceu. Ainda por cima, em Oviedo, na casa do maior adversário. Num torneio sem final, disputado em formato de campeonato, a vitória caiu para a equipa lusa fruto desta vitória sobre a Espanha por 2-1. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *